Back to Bahia

by Dende & Band

supported by
/
  • Streaming + Download

    Includes unlimited streaming via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.

      $15 USD  or more

     

1.
03:30
2.
03:33
3.
03:27
4.
03:43
5.
06:22
6.
04:12
7.
02:31
8.
02:32
9.
02:46
10.
02:56
11.
12.
03:50
13.
02:57

about

Dendê & Band will be releasing their second album, Back to Bahia in March 2013 with performance dates on both the East and West Coasts in March 2013. Combining Brazil’s rhythm heavy music with the grooves of afrobeat, reggae, merengue, and others from around the world Back to Bahia draws upon the energy in Bahia to reinfuse Dendê’s music with that unmistakable Bahian sound. In January 2012, Dendê returned to Bahia to record and perform with his own band for the first time since partially relocating to New York in 2001. Taking advantage of being in Bahia for the recording, the album showcases the band’s sizzling showmanship and versatility while including a host of friends who make special appearances such as Ilê Aiyê, Melvin Gibbs, Graham Haynes, Vinicius Cantuária, Magary Lord, Luizinho do Gege (Daniela Mercury) and Gerson Silva & Mikael Mutti (Carlinhos Brown) among many others.

Dendê is a percussionist, singer, composer, bandleader, teacher, and multi-instrumentalist. He’s been a professional musician since the age of 14, when he appeared in the frontline of Timbalada, Carlinhos Brown’s superstar percussion ensemble. Since 2001, he’s been splitting his time between New York and Bahia, and has played with Mongo Santamaria, Giovanni Hidalgo, Zakir Hussain, David Byrne, Melvin Gibbs and Vinicius Cantuária. His own bands include the folkloric music and dance troupe Ologundê, the acoustic Samba de Três, and Arrastão do Dendê, a traditional Afro bloco (samba party band), but it’s as leader and principal songwriter of his flagship band that Dendê has made his greatest impact.

The band has been packing clubs and festivals throughout the US and internationally over the past few years most notably at the Atrium at Lincoln Center, the Millennium Stage at the Kennedy Center, Roulette through the World Music Institute; the Lake Eden Arts Festival in North Carolina, the Kalalu Festival in Saint Lucia, Joe’s Pub, World Café Live and Johnny D’s in Boston.

Dendê (Den-DAY) was born and raised in Salvador, a city in Bahia, Brazil’s most African state. “I grew up in a poor neighborhood, surrounded by traditional music. When I was a kid I would play rhythms on the kitchen table and tell my mom I was going to be famous someday. I used to hold the drums for the older timbal players at the sambas de roda and after they’d finished playing, they’d let me play and show me the different rhythms.” Dendê also soaked up the rhythms he heard at the candomblé ceremonies he would go to in his neighborhood.

At 14, Dendê auditioned for Timbalada, the two hundred-piece percussion troupe founded by superstar Carlinhos Brown. He started in the last line and worked his way up to the front. One day Brown noticed Dendê; he was impressed with his powerful technique and made him a featured performer in the Timbalada show band. Over his eight years in the band, Dendê toured internationally with Timbalada and recorded many of their albums. He was also given the opportunity to perform and record with some of the superstars in Brazilian music like Carlinhos Brown, Marisa Monte, Caetano Veloso and Gilberto Gil among many others.

When Timbalada trimmed down to a smaller unit, Dendê got cut, so he tried his hand at teaching. One of his students changed his life. “This guy from Rio named Flavio asked me to give him lessons,” Dendê recalls. “We clicked and after five days of knowing me he asked me if I’d think about moving to New York.” A few months later, a ticket to New York came in the mail. “Flavio played in the subway to make enough money to buy me that ticket. When I got to New York, I played in the subway with him and slept on his couch.”

Splitting his time between Bahia and New York has also infused his music with an unmistakable international flavor. Being exposed to musicians from all over the world has taught him rhythms that he never could of dreamed of in Brazil. "New York has given me opportunities that I would never have at home, but I’m glad that I can always go Back to Bahia."

credits

released March 2, 2013

Créditos:
Todas as faixas gravados pelos seguintes musicos sinão especificado em baixo: Dendê: voz líder; Bruno Michel: guitarra; Hank Schroy: baixo; Marcus Gaspar: teclado; Vandinho Carvalho: bateria;

Pneu Baixo: Marivaldo dos Santos: timbal; George Negão: 3 surdos; Dendê: bacurinha and timbal; Kinho Santos: timbal Popó, Paulinha, Magda, Soneca, David Cordeiro, Grace Zinnel, Leslie Macedo: back vocais; Panelas: Ivanzinho; Livio Almeida: flauta;

Liga Desliga: Melvin Gibbs: baixo; Meia Noite: congas; Gerson Silva: guitarras; Dendê: surdo virado and timbal; Livio Almeida: sax; Adam O'Farrill: trompete; Robert Stringer: trombone; Magary Lord: vocais;

Mamiko: George Negão: 3 surdos; Dendê: cowbell, congas, guiro and jamblock; Livio Almeida: sax;

Lagazum: Davi Vieira: zabumba, triangle, recorecoshake and jamblock; Firmo do Acordeon: accordion; Livio Almeida: flauta;

Logun Edé: Luizinho do Gêge: rumpi and effects; Kainã do Gêge: rum and surdo virado; Leslie and Dendê: surdo virado; Bira and Yasmin Reis: efeitos; Mãe India do Gêge, Bete Bogum, Dendê and Leslie Macedo: back vocais; Silvain Leroux: fula flauta;

Como Começou: Gerson Silva: guitarras; Dendê: caxambu, atabaque, xequere, jamblock, agôgô

Vôvô Laura: David Cordeiro: guitarra, Marivaldo dos Santos: timbal e cowbell; Dendê: timbal, surdo e bacurinha; George Negão: 3 surdos; Livio Almeida: sax; Adam O'Farrill: trompete; Robert Stringer: trombone;

Sete Espadas: Mestre Mario Paim, Patinho Axé, Vinicius Mioca (Ilê Aiyê and Tambores do Mundo) and Anderson do Samba Sousa (Tambor de Corda): in order 3 surdos repique, timbal, caixa, all: back vocais and palmas; Livio Almeida: flauta; David Cordeiro: guitarra; Dendê: facão

Dois Caroços: Magary Lord: vocais; Johnson do Cavaco: cavaquinho; George Negão: surdo; Dendê: congas, tamborims, bacurinhas, timbais, pandeiro; Livio Almeida: sax; Adam O'Farrill: trompete; Robert Stringer: trombone; Mikael Mutti: keyboards;

Cubanos Postizos: Vinicius Cantuária: lead vocais and guitarra; Graham Haynes: coronete; Dendê: bongo, congas, timbales, timbal, cowbell, guiro;

Cafezinho: Silvain Leroux: fula flauta; David Cordeiro: guitarra; Kinho Santos: sabar, talking drums and djembe; Dendê: talking drum, xequere, cowbell;

Esse Samba: Tony Mola: pau de chuva, tamborims, repique; Johnson do Cavaco: cavaquinho; Kinho Santos: cuica; George Negão: surdo; Dendê: alfaias, caixa, agôgô, pandeiro; Livio Almeida: sax;
Track Bonus: Dendê: tudo (todos instrumentos reciclaveis feito por ele)

Gravado, mixado e masterizado por Fausto Meu Nobre e assistente do estúdio Felipe Sabugo Cruz na WR Studios (Salvador, Bahia, Brazil) gravação, edição e mixagem adicional feito no Dendêzeiros Studio por Dendê (Brooklyn, NY).

Produção & ©: Mamadêlê Productions § www.mamadele.com § 718-438-6554

Arte por Dendê § Design por Leslie Macêdo

tags

license

all rights reserved

about

Dende & Band New York, New York

Dendê has been a professional musician since the age of 14, when he appeared in the frontline of Timbalada, Carlinhos Brown’s superstar percussion ensemble. Combining Brazil’s rhythm heavy music with the grooves of afrobeat, reggae, merengue, and others from around the world their debut album, Bahia de Todos os Santos, showcases the band’s sizzling showmanship and versatility. ... more

contact / help

Contact Dende & Band

Streaming and
Download help

Redeem code

Track Name: Como Comecou
COMO COMEÇOU
(Dendê)

A, to na fé, to na luz de Jorge
A, to na fé, to naquele mesmo seu lugar
Sentado olhando as estrelas
Uma noite tão linda coberta de amor
Pra te falar de coisas legais
Pra te falar de coisas que são normais
E quando a gente senta pra falar do nosso amor
Lembrar como começou

Você me olhou
Eu te olhei
Você me pegou
E eu também

Você não me resistia
Você me olhava de cima pra baixo

Adiantei o espaço pra falar
Como é bom falar do nosso amor (2x)

Como começou
Como foi bom
Como foi legal
Como foi astral
Como foi gostoso
Um pro outro
Como foi romantico
Como foi amoroso

{Repete}

Como começou
Como foi bom
Como foi negona
Como foi negão
Como foi massa
Como foi na praça

Como é bom falar do nosso amor
Track Name: Dois Carocos
DOIS CAROÇOS
(Dendê/Magary Lord)

Chegue o corpo mais pra cá
Hoje é dia da levada de dois caroços
Chegue o corpo mais pra cá
To querendo te namorar

Chegue o corpo mais pra cá
Hoje é dia da levada de dois caroços
Chegue o corpo mais pra cá
To querendo te namorar

E tão lindo
Esse seu amor tão dengoso
Me fascina, me deixando ancioso

Chegue o corpo mais pra cá
Hoje é dia da levada de dois caroços
Chegue o corpo mais pra cá
To querendo te namorar

Chegue o corpo mais pra cá
Hoje é dia da levada de dois caroços
Chegue o corpo mais pra cá
To querendo te namorar

Primeiro movimento ta no ombro
No ombrinho, no ombrinho, no ombrinho, no ombrinho, no ombrinho
Segundo movimento
Pescocinho, pescocinho, pescocinho, pescocinho, pescocinho …
Track Name: Cafezinho
Cafezinho
(Dendê)

Cafezinho que anda na rua vendendo café
É o café
Cafezinho que anda a pé a pé a pé
É o café
Cafezinho que anda na gueto no gueto a pé

Senhor Joao acorda de manhã bem cedinho
De manhã pra empurrar o sÉ carrinho
Larga sÉs filhos na invasão
Todo lugar você ver o café
E o café

Cafezinho que anda na rua vendendo café
É o café
Cafezinho que anda a pé a pé a pé
É o café
Cafezinho que anda na gueto no gueto a pé

Senhor Joao acorda de manhã bem cedinho
De manhã pra empurrar o sÉ carrinho
Larga sÉs filhos na invasão
Todo lugar você ver o café
E o café

Cafezinho que anda na rua vendendo café
É o café
Cafezinho que anda a pé a pé a pé
É o café
Cafezinho que anda na gueto no gueto a pé

Da Barra ate Ondina
Do Campo Grande a Praça da Sé
Nas feiras e todas esquinas
Todo lugar você ver o café
E o café

Cafezinho que anda na rua vendendo café
É o café
Cafezinho que anda a pé a pé a pé
É o café
Cafezinho que anda na gueto no gueto a pé
Track Name: Lagazum
LAGAZUM
(Dendê/Magary Lord)

Menina bela quero mais você
Me acostumei com esse seu jeito lagazum
De ficar a vontade
O amizade com voce foi punctual
Você é legal
Todo mundo quer
Todo mundo olha
Flor do pecado

Nao olhe se tiver infeliz
Nos seus olhos se deixar
Nessa vida se falar
Nessa vida se eludir
Yeah, yeah, yeah….

Gol de placa, gol de placa
Track Name: Logun Ede
Logun Edé
(Dendê)

Odé comorodé
Odé comorodé
Odé comorodé
Odé

Ế arerê, arerê odé
Ế arerê, arerê odé

Odé dono das matas
Se casou com sua amada Oxum
Nas cataratas, cataratas e rios
Dai veio seu filho Logun Edé

Ế arerê, arerê odé
Ế arerê, arerê odé

O, quem mistura o verde e o amarelo
São cores da natureza
Oxossi so cassa pra comer
Logun Edé nasceu com sua esperteza

A vaidade de Oxum
Sabedoria de Oxossi
Pelas matas
A contar o seus passos

Ế arerê, arerê odé
Ế arerê, arerê odé

O, quem mistura o verde e o amarelo
São cores da natureza
Oxossi so cassa pra comer
Logun Edé nasceu com sua esperteza

A vaidade de Oxum
Sabedoria de Oxossi
Pelas matas
A contar o seus passos

Ế arerê, arerê odé
Ế arerê, arerê odé

O, seis meses
Comendo peixe
Seis meses
Comendo carne
Logun Edé quando vem a terra
Representa as cores da natureza

Ế arerê, arerê odé
Ế arerê, arerê odé

O, quem mistura o verde e o amarelo
São cores da natureza
Oxossi so cassa pra comer
Logun Edé nasceu com sua esperteza

A vaidade de Oxum
Sabedoria de Oxossi
Pelas matas
A contar o seus passos

Ế arerê, arerê odé
Ế arerê, arerê odé
Track Name: Liga Desliga
Liga Desliga

(Dendê)


José da Coelba veio contar o contador
Quando ele chegou ele se ferrou
Achou que era um gato especializado
Dona Sira gritou, José por favor
Não tire meu gato não
Vou ficar na oscuridão
Sou uma dona de casa desempregada
Tenho três filhos e a conta é cara
Tenho três filhos e a conta é cara
Tenho três filhos e a conta é cara

Liga desliga
Acende apaga

José da Coelba não tem coração
Deixou Dona Sira foi na mão
Quando ele deu as costas ela se alegrou
E o novo gato ela ligou

Liga desliga
Acende apaga

Acende Apaga!
Track Name: Pneu Baixo
Pneu Baixo
(Dendê)

Pneu Baixo, Pneu Baixo
Pneu Baixo, Pneu Baixo

Para, o paraí
Para pra encher, Um pouquinho
Para, o paraí
Para pra encher só um pouquinho

Pneu Baixo, Pneu Baixo
Pneu Baixo, Pneu Baixo

Não va, não va sozinho
Nesse Carnaval encha um pouquinho
Pneu enchado, pneu vazio
Se não gostou...va pro Borracharia Brasil

Pneu Baixo, Pneu Baixo
Pneu Baixo, Pneu Baixo

Não va, não va sozinho
Nesse Carnaval encha um pouquinho
Pneu enchado, pneu vazio
Se não gostou...

Para pra encher
Enche
Para pra encher
Enche!
Para pra encher
Enche!
Enche!, enche!, enche!

Pneu Baixo, Pneu Baixo
Pneu Baixo, Pneu Baixo

Não va, não va sozinho
Nesse Carnaval encha um pouquinho
Pneu enchado, pneu vazio
Se não gostou...
Pneu Baixo, Pneu Baixo
Pneu Baixo, Pneu Baixo

Para pra encher
Enche!
Para pra encher
Enche!
Enche!, enche!, enche!
Track Name: Mamiko
Mamiko
(Dendê)

Mamiko, Mamiko
Mamiko, Mamiko

Ela não é Africana, não é Americana, não é Cubana
Mamiko vem là
Chega no horario, não me da trabalho
Toma seu cafe e depois vai namorar
O gente!

Mamiko, Mamiko
Mamiko, Mamiko

Ela não é Africana, não é Americana, não é Cubana
Mamiko vem la
Chega no horario, não me da trabalho
Toma seu cafe e depois vai namorar
Que menina é essa?!?

Mamiko, Mamiko
Mamiko, Mamiko

chão, chão, chão, chão
chão, chão, chão, chão
chão, chão, chão, chão, chão

Mamiko, Mamiko
Mamiko, Mamiko

Ela não é Bahiana, não é Africana, não é Americana
Mamiko vem la
Chega no horario, não me da trabalho
Toma seu cafe e depois vai namorar
O pai!

Mamiko, Mamiko
Mamiko, Mamiko

chão, chão, chão, chão
chão, chão, chão, chão
chão, chão, chão, chão, chão
Track Name: Esse Samba
ESSE SAMBA
(Dendê)

Esse samba é de bamba
É batido na palma da mão

Quem lembra de Dona Josefa
Quem lembra de Dona Maria
Quem lembra de Dona Zilda
Quem lembra de Dona Francisca

Esse samba é de bamba
É batido na palma da mão

Quem lembra da umbigada
Quem lembra do samba de roda
Quem lembra do samba de chula
Quem lembra do samba de viola

Quem lembra de Jackson do Pandeiro
Quem lembra de Edith do Prato

Tamborim, e o Senegal
Tamborim, e Carnaval

Veio distante tudo que veio de Angola
Veio distante tudo que virou samba de roda

Aquele tempo do samba do prato
Aquele tempo da umbigada

Tacos na mão
Pisa no chão
Desse menina como pião

Meu Brasil, Brasileiro
Meu Brasil, Brasileiro

Esse samba é de bamba
É batido na palma da mão
Track Name: Vovo Laura
Vovó Laura
(Dendê)

O mundo é de muricy
Cada qual de cuide de se
Assim dizia Vovó Laura

Bola pra frente
Que atraz vem gente
Assim dizia Vovó Laura

Meu filho, o que os olhos nao vêem não
O coração não sente
Assim dizia Vovó Laura

O mundo é de muricy
Cada qual de cuide de se
Assim dizia Vovó Laura

Faz de mim um instrumento da paz
Aonde ha o odio e que leve alegria
Aonde ha tristeza e que leve a fé
Aonde ha o odio que leve a união

O mundo é de muricy
Cada qual de cuide de se
Assim dizia Vovó Laura

Uma dorinha nao faz versao
Assim dizia Vovó Laura

Meu filho, quem vê cara não vê coração
Assim dizia Vovó Laura

O mundo é de muricy
Cada qual de cuide de se
Assim dizia Vovó Laura

Faz de mim um instrumento da paz
Aonde ha o odio e que leve alegria
Aonde ha tristeza e que leve a fé
Aonde ha o odio que leve a união

O mundo é de muricy
Cada qual de cuide de se
Assim dizia Vovó Laura